3 de nov de 2010

RELACIONAMENTO

Hoje vou falar do meu relacionamento com a minha irmã mais nova. Acho que temos uns 4 anos de diferença de idade, não é muito, mas quando se é criança... E fomos assim, crianças que não se aturavam. Sabe aquela pessoa que, só de estar ali te irrita? Pois é. Essa pessoa era a minha irmã.
A gente brigava feito cão e gato, e tenho que dizer, tenho uma cicatriz no braço que foi ela que fez, com um arranhão. Mas criança é criança, e passa. Mas com a gente não passou. E durante muito tempo nos aturamos.
Descobri depois de um tempo que os nossos signos eram opostos, e nunca dariam certo juntos.
E durante muito tempo não deu.
Casei, mudei.
Mudei muito.
E comecei a perceber a verdadeira irmã que eu tinha.
Primeiro a aceitei como ela é.
Antes só via os defeitos, e passei a ver só as qualidades.
E com tudo isso comecei a respeitá-la.
Posso falar o que eu quiser que ela não vai me julgar.
Sinto que todos esses sentimentos juntos são recíprocos.
E hoje posso dizer que somos amigas.
E ficou a lição: todo relacionamento tem jeito, basta estarmos dispostos a isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário