29 de abr de 2011

DIETAAAAAAAA

Pois é, entrei na dieta novamente...
Fiz dieta a alguns anos (2 ou 3, não em lembro exatamente), e emagreci quase 10 kg. Eu não aparentava estar com 10 kg acima do peso, era cheinha, sim, mas não parecia que eu carregava tuuuudo isso de gordurinhas extras.
A minha ficha caiu quando descobri que estava com 62 kilos. Foi o meu auge, e a hora do "Basta!!!". Pelas minhas contas, 4 kg adquiri com a gravidez (aqueles quilinhos extras), o restante foi sem-vergonhice. Sempre gostei de comer. E gosto até hoje...
Primeiro fiz uma dieta prescrita por uma médica, para a minha irmã mais nova, baseada em calorias diárias. Eram 1.200 calorias, distribuídas em várias refeições ao dia, regadas a muitas verduras, legumes e grelhados. Com essa dieta emagreci uns 4 kg. Depois parei, não aguentei mais comer aquela comidinha sonsa.
Para minha sorte, essa mesma irmã tinha um livro sobre dieta (Dieta Nota 10), e adorei o seu conteúdo, pois estava tudo liberado, até frituras e doces.
Claro que existe um limite diário para se comer, mas me adaptei muito bem a essa dieta, pois nem sempre eu tinha a mão uma fruta ou algo menos calórico.
E fui, com a cara, a coragem e muita força de vontade. Sou do tipo que coloca uma coisa na cabeça e vai até o fim.
Nunca disse que faria dieta, sinceramente sempre gostei de mim, do jeitinho que eu era, mas aí fica a pergunta: "porque, então, eu decidi emagrecer se eu gostava tanto de mim?".
Eu merecia esse presente. Sempre fui magra desde pequena, meu marido me conheceu magra, e se eu largasse mão de mim, onde estaria hoje?
O livro diz que para algumas pessoas é fácil, para outras não, e para mim não foi fácil. Eu praticamente reduzi a metade o que estava acostumada a comer.
E descobri que eu comia muito.
Enfim, cheguei a pesar 50 kg (tenho 1,58 de altura) e definitivamente eu estava muito magra, ossos aparecendo e tudo o mais, e nesse indo e vindo cheguei a 53 kg (o ideal).
E, há alguns meses, engordei 3 kg. E como eu sou teimosa, e disse que nunca mais iria ficar "gordinha" novamente, estou percorrendo esse caminho de novo.
E que fomeeeeeeee rsrsrs
Nada contra gordinhas, porque exitem umas que são de tirar o chapéu, lindas, elegantes e maravilhosas, mas meu peso ideal é 53 kg, e eu quero!!!
E fica a dica: antes de começar uma dieta, pergunte a si mesma se você se gosta. Fica mais fácil chegar ao peso ideal.
Ah, e mais uma coisa: emagrecer é fácil, muito fácil, difícil mesmo é manter o peso...

18 de abr de 2011

SUSPIRO...

Amo suspiro, principalmente aquele feito em casa, com o miolo molinho, mas...
Tenho trauma.
Quando eu era criança e havia festinha na escola, nós, meninas, sempre ficávamos com o prato de doce. E o que a minha mãe preparava para eu levar? Suspiro. Quer dizer, preparava não, ela comprava aqueles suspiros prontos, nessas lojas de doces.
E a minha vergonha??? Enorme!!!
Todos aqueles pratos: brigadeiros, bolos com coberturas, principalmente aquele delicioso bolo de cenoura com cobertura de chocolate, hummm...
E o meu suspiro? Nada de acabar. Eu ficava rondando a mesa, vendo quem pegava o "bendito" suspiro", e nada...
Nem posso culpar a minha mãe, são 3 filhas e os tempos ($$$) não ajudavam muito. Mas criança não entende muito dessas coisas (ou nós é que não explicamos), e o trauma ficou.
Hoje faço questão de perguntar pro meu filho o que ele quer levar nas festinhas da escola, e na volta, fica aquela preocupação: "comeram tudo???"
Então, mamães e papais, nada de mandar suspiro para as festinhas da escola, hein?
Mas fica aqui a saudade de tempos muito bons...

12 de abr de 2011

FRASE

"Eu tenho medo de pessoas infelizes..."
Eu ouvi essa frase em uma novela, mas não lembro em qual, e no mesmo instante eu pensei: "eu também".
Sim, eu tenho medo de pessoas infelizes.
A infelicidade é capaz de transformar alguém em algo horrível. E esse horror é capaz de ferir.
Pessoas infelizes não brilham, não sorriem, são desagradáveis e sempre olham o lado ruim das coisas.
É um pena que nem todo mundo tenha encontrado a felicidade...